Fedora 35 – Principais novidades!

O Fedora 35 não terá tantas mudanças quanto o 34, mas acredito que todas distros / usuários Linux deveriam dar uma olhada em cada lançamento, pois é uma distribuição “leading edge”, ou seja, na maior parte das tecnologias adotadas, serão o padrão em todas ou na maioria dos sistema Linux tradicionais. Quando não se tornam padrão, ajuda a alavancar o desenvolvimento das mesmas.

Para a lista completa de mudanças poderá consultar este link.

Lançamento do 35 prevista para 26/10/2021

Flathub / repositórios de terceiros

Agora o Flathub será adicionado como “repositório de terceiros” como é feito com Rpmfusion para Nvidia/Steam rpm’s.

Porém, não será habilitado todo o repositório, pois contem programas proprietários na qual podem implicar em políticas internas e externas ao Fedora, pois seguem leis americanas.

Veja a lista de app’s que aparecerão na GNOME Software (a lista ainda será atualizada): Bitwarden, Getpostman, MS tems, Minecraft, Skype, Zoom…

Após instalar o Fedora 35, foi adicionado um passo ao “initial setup” ( no GNOME) onde é perguntado se deseja ativar os “repositórios de terceiros” onde deverá ativar imediatamente os repositórios, para serem instalados via GNOME Software / terminal. Os programas como Google Chrome, Nvidia (driver mais atual), Steam todos em .rpm. Também adicionará o Flathub filtrado.

Kinoite

O “KDE inquebrável” do Fedora chegou, é basicamente um “Silverblue” com KDE Plasma.

SDL2

SDL2 default é mais um passo para tornar a experiência com Wayland ainda melhor. Proporcionará rodar jogos (não todos) nativamente no Wayland (sem XWayland). Como mostro aqui, rodar o máximo de app’s nativamente no Wayland é maximizar os benefícios de usar o mesmo, quanto menos X11 melhor!

Perfis de energia

O power-profiles-daemon no Fedora (com GNOME) virá habilitado por padrão. O power-profiles-daemon permite que o usuário escolha entre otimizar o desempenho do sistema ou favorecer a vida útil da bateria.

Existem 3 perfis de energia diferentes, um modo padrão “balanceado”, um modo de “economia de energia” e também um modo de “desempenho”. Os primeiros 2 deles estão disponíveis em todos os sistemas. O modo de “desempenho” está disponível apenas em sistemas selecionados e é implementado por diferentes “drivers” com base no sistema ou sistemas aos quais se destina.

Além desses 2 ou 3 modos (dependendo do sistema) “ações” podem ser conectadas para alterar o comportamento de um determinado dispositivo. Por exemplo, isso pode ser usado para desativar o carregamento rápido de alguns dispositivos USB no modo de economia de energia.

As configurações e o shell do GNOME incluem interfaces para selecionar o modo atual, mas também se espera que ajustem o comportamento da área de trabalho dependendo do modo, como desligar a tela após a inatividade de forma mais agressiva no modo de economia de energia.

GNOME Software 41

Como sempre, existe muitas melhorias de performance / UX / Design nas novas versões do GNOME (atual 41). Nesta versão o app que acredito ser um dos mais importantes para o “usuário médio” o GNOME Software, recebeu muitas melhorias e que irão esclarecer pontos importantes para o uso dos app’s e no seu sistema.

Tamanho dos app’s / runtimes agora são mostrados separadamente, veja nos exemplos:

Antes de instalar o primeiro Flatpak:

Após instalar o 0 A.D não mostrará mais o tamanho da runtime antes requerida, para o mesmo app e para outros que usarem a mesma runtime:

Devem ter notado o rótulo de “Inseguro” , “Seguro” e “Potencialmente Inseguro” dos app’s.

Usar sistema de exibição antigo (X11), código privativo (não sujeito de auditoria), Acesso de leitura / escrita a todo sistema de arquivos… são alguns pontos que podem contribuir com um rótulo de inseguro/potencialmente para os app’s.

Ainda estão aprimorando as coisas, então rótulos poderão mudar com o tempo em alguns app’s.

Classificação por idade também serão mostrados:

Flatpak

A nova versão do Flatpak 1.11+ será compatível com Proton da Valve, sem necessidade de instalar o Proton (community build):

Para testar os BETA’s do Fedora, segue o link do artigo no Fedora Magazine:

PLUS:

Beta do Fedora Silverblue 35

Se deseja me dar sugestões, mande para fastos2016@gmail.com ou nas redes sociais

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: