Fedora Silverblue 34 – Overview

Hoje dia 27/04/2021 lançado o Fedora 34 em todas spins e versões existentes, além dessa edição emergente, o Silverblue.

O boot vai direto para o instalador, sem modo live:

A instalação levou aproximadamente 8 min

Setup inicial:

Tour do GNOME:

Veja mais detalhes do GNOME 40 aqui.

Após este setup terá o desktop desta maneira no GNOME

obs: o Wallpaper fica escuro/claro dependendo da hora do dia

Mas quando fizer login da próxima vez, já estará na área atividades facilitando o acesso rápido ao favoritos:

Firefox

Começando com o navegador Firefox, que funciona muito bem com screencast e compatibilidade em vários serviços web.

Porém o codec openh264 não vem default e não é mostrado na GNOME Software como maneira fácil de instalar. Então por padrão não vai funcionar com Netflix e serviços de streaming.

Para instalar terá que usar o terminal:

rpm-ostree install gstreamer1-plugin-openh264 mozilla-openh264 openh264

sudo rpm-ostree ex apply-live

Então reinicie o Firefox.

GNOME SOFTWARE

O principal meio para o usuário instalar app’s. Está nos planos dos desenvolvedores oferecer o Flathub por padrão, ou então, um botão para adicionar o Flathub ou algo mais fácil que fazer o usuário acessar o Flathub no navegador, para adicionar o mesmo no sistema.

Até lá, por padrão a loja só mostrará app’s do repositório Flatpak do Fedora, que são poucos:

Enquanto isso, o usuário vai ter o trabalho de acessar o flathub.org e clicar em “install” em algum app, assim vai já vai adicionar o Flathub a seu sistema, para usar de forma integrada com a GS.

Após fazer update no GNOME Software ou encerrar sessão e logar novamente, a loja irá carregar todo catálogo de app’s do Flathub:

Das muitas novidades do F34 é Btrfs (sistema de arquivos) que vem com compressão (zstd:1) salvando alguns GB’s (dependendo da quantidade e outros fatores) de espaço em disco.

Nesta VM com apenas 20GB, instalei 33 app’s além dos 18 já pré instalados, totalizando 51 Flatpak’s ( incluindo GTK, QT, ElectronApp, Jogos…) e ainda sobrou 4.8GB.

RPM-OSTREE

A GNOME Software não suporta instalar pacotes .rpm no momento (falta essa integração com rpm-ostree apesar de conseguir atualizar o sistema) caso precisar terá que usar o terminal:

Pode fazer isso facilmente copiando o link do pacote rpm fornecido:

Abrir o terminal e digite:

rpm-ostree install

Espaço, cole o link e enter:

Então reinicie o sistema.

Pode tentar aplicar em “live” com o comando abaixo, mas nem sempre irá funcionar como esperado (ainda):

sudo rpm-ostree ex apply-live

Veja este artigo para mais informações sobre rpm-ostree.

TOOLBOX

Toolbox é uma ferramenta CLI / de terminal. Permite criar um ambiente de desenvolvimento totalmente separado do sistema (contêiner).

Para iniciar, abra o terminal e digite:

toolbox enter

“y” para criar e baixar o contêiner do f34 (500MB)

Então terá o ambiente totalmente isolado do sistema para desenvolver, testar e poderá até rodar app’s GUI. Sendo que irá existir limites de integração com a DE/sistema.

Pipewire

Como já deveriam saber, o Pipewire é no novo “servidor de audio e video” do Fedora e possivelmente será de todas distros em um futuro.

Na prática você não deve notar diferença, ao plugar devices de audio e usar players navegadores etc.

Mas setup’s de áudio específicos/complexos existem milhares e podem haver regressões. A boa notícia, é que a comunidade e o devs estão empenhados em fornecer a melhor experiência corrigindo bug’s e aprimorando a tecnologia.

Então como em qualquer software open source / livre você pode escolher usar e talvez contribuir, ou pode esperar mais alguns meses na versão 33, apenas fazendo rebase caso precisar.

Por minha experiência, digo que tudo funciona como antes, porém não tenho um setup de áudio muito complexo. Uso 2 placas USB simples, microfone, fone e caixa de som.

Comprei um adaptador bluetooth USB simples para testar com a caixa bluetooth, em breve farei testes e reportarei bug’s, se encontrar.

Concluindo

Se você não ficou empolgado com todas as novidades do F34, eu suspeito que está usando a distribuição errada. Mas se não for o caso, poderá ficar no F33 ainda por pelo menos 7 meses.

Estou usando o F34 desde sua criação do branch, nos estágios iniciais tive que voltar ao 33 e depois retornei ao 34 testing que estou até agora no meu sistema host. Nos estágios beta o sistema já estava usável para meu uso diário, que é basicamente, usar muitas VM’s no Boxes, navegador, jogar casualmente, livestream as vezes, editar video não profissionalmente no kdenlive, Netflix, blogar etc…

Caso queira fazer upgrade para o F34, veja este artigo.

O SB tem potencial para ser um sistema para recomendável pra iniciantes no Linux, mas alguns detalhes podem causar dificuldades como adição de RPMFusion para instalação de driver Nvidia, falta de codec H264 por padrão, falta do Flathub por padrão, integração do GS com pacotes .rpm…

Por mais que algumas coisas estão além do que os mantenedores/dev do SB podem fazer, por serem conflitos com licenças e códigos proprietários. Isso afeta o uso do iniciante de qualquer maneira.

Mas para mim, continua sendo a melhor experiência do desktop Linux que tive até hoje.

Se deseja me dar sugestões, mande para fastos2016@gmail.com ou nas redes sociais.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: