Fedora 34 Workstation / Silverblue BETA OVERVIEW

Já mostrei algumas novidades do 34 aqui e aqui. Hoje vamos dar mais uma olhada e algumas informações que achei interessantes.

O Silverblue segue praticamente tudo do Workstation, porém ainda se percebe diferenças devido ao Ostree e ainda ser um projeto “emergente” no Fedora.

Primeira diferença que vemos, é o tamanho da iso:

Workstation 2.0GB

Silverblue 2.8GB

Ao iniciar os sistemas, no Workstation temos a sessão modo live (Try Fedora) para experimentar sem instalar no seu HD. Enquanto o Silverblue vai direto para o instalador Anaconda, sem modo live.

O processo de instalação via Anaconda são iguais, tendo o Silverblue suas limitações caso queira personalizar muito o esquema de particionamento.

Após instalado e feito os processos de definições iniciais, vejamos alguns alguns comparativos básicos de uso de recursos, sendo que estou testando em VM (4GB ram, 2 CPU, 30GB em SSD).

Workstation Boot

Boot time: na maior parte 8 segundos, as vezes varia para 10-12. Tendo como serviços mais lentos o playmouth, upower e sssd.

Silverblue Boot

Boot time: basicamente igual ao Workstation.

Workstation uso de RAM

RAM: No total, usando média de 1.5GB, processos do gnome-shell usando média de 250MB. Sendo o gnome-shell(236MB) e gnome-software(112MB) os processos que mais usam RAM por padrão.

Silverblue uso de RAM

RAM: No total, usa média de 1.0GB, gnome-shell usando média de 210MB e gnome-software 47MB.

Atenção, estes valores são médios e vão variar de acordo com o uso e quantidade de cache usado.

Workstation FS

Armazenamento/uso do HD: Usando na média de 4.2GB por padrão. Lembrando que no 34 agora vem ativado a compressão no Btrfs. No F33 iniciava com quase 6.2GB.

Silverblue FS

Armazenamento/uso do HD: Usando média de 5.1GB, também com opção de compressão por padrão.

Em um comparativo rápido após instalado alguns Flatpak’s igualmente na versão 33/34. Tive uma diferença considerável no uso do disco. Esta feature de compressão não será ativada apenas com update do 33 para o 34 automaticamente.

F33

F34

Workstation app’s:

Silverblue app’s:

Todos exceto Firefox, Nautilus e GNOME Software são em Flatpak.

Workstation repositórios:

Na GNOME Software, podemos ver os repositórios de terceiros opcionais (no momento ainda não foi adicionado a opção para o Flathub). Também com repositórios “Fedora modular” (totalmente inútil para ma maioria das pessoas, recomendo desativar).

Nos repositórios do Fedora temos uma quantidade considerável de app’s, somando o repo Flatpak que trás os mesmos programas do repo .rpm. Porém se ainda pesquisar por programas como: Kdenlive, OBS studio, VLC… não encontrará, por questões de licenças e políticas do projeto.

Silverblue repositórios:

Um pouco mais simplificado e sem a opção de adicionar repositórios de terceiros. Embora não mostre, vem com repositótio cisco-openh264 ativado e sem o “Fedora modular”,

A quantidade de app’s disponível é menor do que a Workstation, pois é mostrado apenas o que existe no repo flatpak do Fedora.

Worksatation codec’s:

O codec openh264 aparentemente está com melhor compatibilidade e em meus testes rodou em live’s na Twitch e Youtube.

Silverblue Codec’s:

Não vem com openh264 instalado, quer dizer que o navegador não vai reproduzir em sites como Twitch e Youtube, assim como o player de vídeo não vai reproduzir vídeos h264 por padrão.

Workstation

Silverblue

Concluindo, uma das pequenas coisas que espero entrar no Fedora, é a opção para adicionar o Flathub via gnome-software.

Com isso facilitaria ainda mais o alcance para novos usuários ao solucionar possíveis problemas de codec’s, pois bastaria instalar via Flathub e pronto.

Claro que idealmente, seria usar os app’s diretamente do Flathub por padrão, assim como EndlessOS está fazendo, mas conhecendo o Fedora, creio que esta falta de facilidade ideal se compensa com a contribuição do projeto para o Linux e tudo que o cerca.

No final do dia, oferece um sistema moderno em todas as áreas: sistema de arquivos com Btrfs, gráficos com mesa/wayland atualizados, audio/streaming com Pipewire, sistema de distribuição de programas sandbox com Flatpak, DE com GNOME 40 e assim por diante… todos muito próximos do upstream.

Todas suas tecnologias e integrações precisam evoluir e aos poucos trazer ao usuário final a experiência almejada por seus desenvolvedores, mas o que é entregue pelo Projeto Fedora, na minha opinião, é simplesmente o melhor que o mundo open source pode oferecer no momento.

Se deseja me dar sugestões, mande para fastos2016@gmail.com ou nas redes sociais.

2 comentários em “Fedora 34 Workstation / Silverblue BETA OVERVIEW

Adicione o seu

Deixe uma resposta para profjulianoramos Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: