Ubuntu 20.10 – Teste GNOME Wayland / Snap’s

Uso Wayland a alguns anos e posso dizer que se você usa driver de vídeo open source ou que fazem uso do mesa (geralmente Intel e AMD) terá uma experiência consistente na sessão Wayland do GNOME.

Mas minha maior experiência com o Wayland foi no Fedora, onde traz por padrão e tem este foco em ser próximo ao upstream (GNOME).

Já testei no passado a sessão Wayland no Ubuntu, hoje vou verificar como está na versão 20.10.

Para você usar a sessão Wayland no Ubuntu, basta selecionar antes de fazer o login:

A primeira coisa estranha, foi a dock (fork do dash to dock) do Ubuntu, que demorou um pouco para ser carregada:

O Ubuntu tem foco em oferecer pacotes snap’s por padrão na sua loja, então instalei alguns apps’s populares:

O OBS Studio não abriu:

O mesmo com Kdenlive:

O Telegram abriu e funcionou perfeitamente:

O Spotify não abriu, e mostrou uma mensagem de incompatibilidade do GTK2 com Wayland:

LibreOffice OK:

GIMP NOK:

Firefox NOK:

Com este pequeno teste com Snap’s, percebe-se que a Canonical não está investindo muito tempo com a sessão Wayland.

No gnome-shell as vezes ocorre um bug esquisito com o tamanho dos ícones do grid. Talvez causado pela Dock que no passado já causou problemas de crash da sessão:

bug

O GNOME Settings não se redimensiona perfeitamente como no GNOME sem modificações:

Estes são poucos detalhes que percebi em pouco tempo de teste.

Concluindo, se você é um usuário que nunca usou a sessão Wayland, creio que não terá uma boa impressão usando Ubuntu. A experiência com Wayland ainda pode ser frustrante para alguns usuários que usam aplicações que não a suportam como gravadores/compartilhadores de tela em geral ou Nvidia users, mas não quer dizer que Wayland não suporte estas opções.

O exemplo do OBS Studio via Flathub, lá você encontra o programa com um plugin para Wayland (uso em todas minhas live’s) porém o mesmo não é suportado pelo upstream (ainda).

Todos os app’s que testei aqui funcionam na sessão Wayland via Flatpak, assim como nunca vi estes bug’s no GNOME do Fedora.

Espero que futuramente a Canonical de mais atenção a esta tecnologia, pois ela é o futuro do desktop Linux (presente para muitos já) e trará uma experiência de vídeo consistente e segura para todos.

Se deseja me dar sugestões, mande para fastos2016@gmail.com ou nas redes sociais.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: