Appimage no Fedora Silverblue

Olá hoje vou testar alguns appimage’s no Fedora Silverblue (GNOME Wayland) meu sistema principal no desktop.

Já que atualmente o Silverblue não é compatível com snap’s, por vários motivos técnicos (que aparentemente nenhuma das partes está disponível a consertar) flatpak’s, rpm’s e também appimage’s, são opções para apps no Fedora Silverblue.

Creio que este artigo também serve para verificar como está a “integração” com o GNOME. Estou usando GNOME 3.34.1 com tema adwaita padrão. Sessão Wayland:

Captura de tela de 2019-11-28 16-15-12.png
até o wallpaper é o padrão do GNOME

Lembrando que o Appimage não foi feito para se integrar com lojas, ao contrário, é um app em uma imagem independente do OS/DE, eles não necessariamente rodam em sandbox, não irá alterar nenhuma lib ou preferência do sistema.

Primeiramente recorri a os respectivos sites e baixei um por um, pois você não pode simplesmente abrir a GNOME Software/terminal e buscar e instalar um app.

Escolhi programas que provavelmente são “curados” pelos seus desenvolvedores no formato appimage:

Captura de tela de 2019-11-28 15-46-15Captura de tela de 2019-11-28 15-44-08Captura de tela de 2019-11-28 15-43-40Captura de tela de 2019-11-28 15-43-14

Organização

Primeiro ponto que notei, é a necessidade de uma organização por parte do usuário, pois naturalmente todos download’s do navegador vão para /Downloads então criei um diretório dedicado a Appimage. Também notei que ficam com ícones genéricos.

Captura de tela de 2019-11-28 16-02-44.png

Execução

Ao contrário de outros formatos e gerenciadores, no appimage o processo é basicamente:

baixar/dar permissão/rodar

No Belena Echer, já estava marcado com permissão para executar (botão direito/propriedades/permissões):

Captura de tela de 2019-11-28 16-05-47

Mas nos outros não, então marquei “permitir execução do arquivo como um programa” em todos.

Captura de tela de 2019-11-28 16-06-52

Ok, hora de executar!

Começando com o BelenaEtcher, abri com duplo clique, a abertura foi rápida e quase instantânea (lembrando que os apps estão em um SSD)

Captura de tela de 2019-11-28 16-08-45.png

Todos abriram rapidamente (menos o libreoffice) e notei que a seta do mouse não se transformou em um circulo giratório, de quando está carregando algo, logo se demorar um pouco mais em casos de HD’s, o usuário não sabe exatamente se o programa está abrindo ou se ouve um erro. No caso do LibreOffice chegou a abrir o logo de carregamento mas em seguida fechou.

Captura de tela de 2019-11-28 16-25-49.png

Sobre o LibreOffice não abrir, tentei via terminal, não tive sucesso e não procurei saber o motivo do erro:

Captura de tela de 2019-11-28 16-28-55.png

Integração:

Não foi criado nenhum atalho no menu do GNOME, e apenas com o BelenaEtcher não é mostrado o ícone na dock:

Captura de tela de 2019-11-28 16-33-18Captura de tela de 2019-11-28 16-33-10

Inclusive mesmo depois de fechar os appimage’s, a dock ficou bugada mostrando os ícones dos mesmos, porém sem poder abri-los por alí. Tive que reiniciar a sessão.

Captura de tela de 2019-11-28 16-52-48

Fora isso todos que abriram parecem funcionar normalmente, inclusive o BelenaEtcher e Kdenlive são os que mais uso em appimage, o Etcher por só estar disponível em appimage e o Kdenlive por ser fácil testar instabilidades/bug’s entre versões. Só quem usa Kdenlive sabe que as vezes ele te deixa na mão.

Captura de tela de 2019-11-28 16-36-51Captura de tela de 2019-11-28 16-36-36Captura de tela de 2019-11-28 16-36-01

Concluindo, não tive uma experiência tão coesa com appimage neste sistema/DE, mas foi com apenas estes 4 app’s em 1 sistema, então não reflete a experiência de todos (espero). Mesmo assim acho que é um formato que tem seu espaço no desktop Linux e pode ser viável sim para muitos usuários.

Apesar de o GNOME/Appimage não se integrarem, não quer dizer que será assim em todas as DE’s, felizmente no desktop Linux temos muitas escolhas de DE’s, formas de empacotamento, sistemas, plataformas etc…

Inclusive existe um sistema focado em Appimage’s, mostrado neste artigo do Diolinux, onde provavelmente a experiência deve ser flawless.

Correções, atualizações e sugestões mande para fastos2016@gmail.com

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: