Review Fedora 30 Workstation

Olá hoje vou descrever a review do Fedora 30 Workstation

Para quem quiser ver a Review em vídeo:

Hardware:

i7 4790k

GTX 1060 3gb

16gb ddr3 1600mhz

HD 7.200 rpm

Esta é a principal versão do Fedora para desktop, traz o GNOME 3.32 sem modificações o sistema iniciou usando aproximadamente 1.3gb de ram + 280mb de vram, isso com driver Nvidia, 2 monitores, um full HD ultra wide (2560×1080) e outro HD wide (1360×768).

Apesar de no Fedora Silverblue eu recomendar minimo 4gb de RAM para ter uma usabilidade “ok” no Workstation como inicia com mais serviços, creio que precisa 6gb de RAM para uma boa usabilidade e aproveitar melhor a DE. De preferência uma vga dedicada ou então Intel hd4000 ou superior.

Seus aplicativos padrão são: 

Firefox: o navegador que está no top 3 do mundo.

Rhythmbox: pessoalmente não uso, prefiro usar VLC e Spotify.

Libre Office: Pacote Office mais usado no mundo Linux.

Entre vários aplicativos GNOME acho que o destaque é o Boxes, mapas e o GNOME Software, principal ferramenta gráfica para gerenciamento de programas, instalação de drivers (principalmente por conta da Nvidia) extensões do GNOME Shell, atualização do sistema entre outras funções que ficam a cargo deste gerenciador de aplicativos.

Screenshot_fedora30_2019-05-22_22:45:19.png

Começando por problemas e pontos fracos que tive em minha utilização do sistema:

Primeiramente, problemas relacionados ao Nouveau (Driver open source para placas  Nvidia) que vem por padrão no Fedora (e na maioria das distribuições Linux) tive que desativar um dos monitores , pois apresentou lentidão no modo live e bugs gráficos, só reativei o segundo monitor após instalar o driver Nvidia. Foi a primeira coisa que fiz, de forma muito fácil via Gnome Software. Habilitando os repositórios de terceiros o RPMFusion para Nvidia e de quebra também para Steam e o Google Chrome.

Um problema que ainda persiste é a demora para atualizar os repositórios na aba atualizações do GNOME Software (talvez eu não tenha paciência de esperar aquele ícone girando sem me dizer o que está acontecendo de fato, para contornar tive que matar o processo com o GNOME Monitor.

icone girando

Outro problema de lentidão na loja do GNOME é que ela parece ser mono tarefa, se já existe uma tarefa sendo feita (tipo instalando pacotes) sindo lentidão para pesquisar novos pacotes, ou listar os repositórios de software.

Novamente aquele ícone giratório…talvez eu não tenha paciência mesmo…

Screenshot_fedora30_2019-05-22_22:54:31.png

Outro detalhe que não chega a ser bem um problema é nas imagens dos aplicativos, ou prévia. Você não pode ampliar para ver mais detalhes de forma rápida antes de instalar o programa em questão.

Tirando isso a GNOME Software funciona de forma integrada para atualização de todo o sistema, e te manda reiniciar para aplicar as atualizações na inicialização de forma segura, e ao retornar o GNOME te notifica das atualizações feitas.

Lembrando que esse não é o único método de atualização do sistema, pode usar o terminal!

Então em poucos minutos tenho instalação do sistema, driver Nvidia, Steam, Google Chrome, mas um usuários iniciante no Fedora se perguntaria: “onde está o VLC, Discord, Spotify” entre outros programas que não estão nos repositórios do Fedora

Vi um comentário de um engenheiro da RedHat sobre software de fora do repositório e das políticas do Fedora:

“Não é porque um software não está no repositório que você não deve instala-lo no seu sistema, ele apenas não está de acordo com as políticas internas para inclusão no repositório oficial…” 

Claro que isso não quer dizer que você deve sair instalando rpm’s de terceiros como se não houvesse o amanhã, mesmo podendo..

Apesar do RPMFusion ser muito bom e recomendar, atualmente existem outras alternativas mais interessantes. Por possuir mais aplicativos e principalmente de forma sandbox, falo de flatpak’s e snap’s. Com 1 click você adiciona o flathub e tem acesso a mais de 500 programas em flatpak de forma integrada na sua loja de aplicativos, onde terá todos estes programas que citei e muito mais. Por default o fedora agora traz o seu próprio repositório de flatpak’s, mas ainda tem poucos programas e provavelmente não terá proprietários como no flathub.

Se adicionar o suporta a snap’s, terá mais centenas de aplicativos disponíveis igualmente na GNOME Software. São duas lojas que estão sempre recebendo novos aplicativos, então se usar as duas ao mesmo tempo, só terá vantagens. As duas rodam aplicativos em sandbox (não conflitarão entre si) mantendo seu sistema seguro e podendo fazer fácil downgrade dos aplicativos, caso precise, sem a possibilidade de causar instabilidade no sistema por conta de versionamento de lib’s, coisa que acontecem ou podem acontecer caso use copr’s ou outros repositórios que provém .rpm’s. 

Agora sobre a experiência e desempenho com GNOME Shell rodando sobre X.org (pois a opção com Wayland é ocultada após instalar o driver Nvidia). Não lembro do shell tão fluido quando aberto muitas aplicações, antes as animações engasgavam de vez enquando ao abrir um navegador e meia dúzia de aplicações, hoje estava com o jogo Rise of the Tomb Raider, navegadores e outras aplicações abertas ao mesmo tempo, e estava fluindo incrivelmente sem engasgos. A não ser, que deixe um jogo em modo janela, daí o trabalho do compositor + xorg vai ser sobrecarregado, e o shell vai se arrastar.

Eu sou do tipo que gosta de jogar muito em modo janela…

Outro detalhe é a ativação do composition pipeline no driver da Nvidia, que é necessária ativar (no GNOME e em qualquer outra DE) pois sem ele apresenta tearing nas animações e aplicações no sistema.

Belos Wallpapers:

Screenshot_fedora30_2019-05-22_23:21:33Screenshot_fedora30_2019-05-22_23:16:38

Screenshot_fedora30_2019-05-22_23:36:31.png

Por fim meu testes de benchmark em games para avaliar a estabilidade e se algo do sistema influenciou nos jogos, foram normais:

No Rise of the Tomb Rider, que roda com vulkan

2019-05-22_23-28.png

Shadow of Mordor, com OpenGL

2019-05-22_23-31

 e Dirt Rally também com OpenGL os resultados foram padrão do esperado.

2019-05-22_23-31_1.png

Recentemente adquiri uma AMD GPU RX 580 8gbVram, veja no vídeo como foi meu testes com jogos no Fedora 30 Workstation:

 

Concluindo, creio que o problema com driver open source para Nvidia foi um grande ponto negativo neste lançamento, já o GNOME 3.32 foi o principal ponto positivo, apesar de precisar de instalação de driver e ajustes no mesmo, a experiência com o Xorg, que já tem menos atenção do que Wayland, ainda é muito boa e satisfatória.

Eu fico por aqui obrigado e até a próxima.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: